O que é?

Projeto Edifícios Circulares
 
A Associação Smart Waste Portugal, em colaboração com a 3Drivers - Engenharia, Inovação e Ambiente, a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e a Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção (PTPC), encontra-se a desenvolver o projeto Edifícios Circulares, financiado pelo EEA Grants. Este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de ferramentas de apoio à decisão para promover o aumento da reutilização dos materiais e a redução na produção de resíduos no setor da Construção.

Estas ferramentas facilitarão a definição de passaportes de materiais de edifícios e o cálculo de indicadores de circularidade e de eficiência material, hídrica e energética. Será ainda desenvolvida uma ferramenta de avaliação dos benefícios ambientais e económicos associados à circularidade nos edifícios.

O projeto prevê ainda um projeto demonstrador onde se pretende aplicar estas ferramentas. A equipa de trabalho acompanhará a fase de planeamento e de execução de forma a caracterizar a dimensão material dos edifícios. Neste processo seria determinado o passaporte do edifício e os potenciais benefícios ambientais e económicos associados às práticas de circularidade na construção.

O projeto, que teve início em maio, terá a duração de 12 meses e contará com dois eventos públicos que visam apresentar os objetivos e os resultados da iniciativa.


Sobre os EEA Grants

Através do Acordo sobre o Espaço Económico Europeu (EEE), a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega são parceiros no mercado interno com os Estados-Membros da União Europeia.

Como forma de promover um contínuo e equilibrado reforço das relações económicas e comerciais, as partes do Acordo do EEE estabeleceram um Mecanismo Financeiro plurianual, conhecido como EEA Grants. Os EEA Grants têm como objetivos reduzir as disparidades sociais e económicas na Europa e reforçar as relações bilaterais entre estes três países e os países beneficiários.

Para o período 2014-2021, foi acordada uma contribuição total de 2,8 mil milhões de euros para 15 países beneficiários. Portugal beneficiará de uma verba de 102,7 milhões de euros.

Saiba mais aqui.

Versão DesktopSmart Waste Portugal 2020